Publicado em: 31/05/2017
Festival Italiano de Nova Veneza contará com apresentação inédita do Instituto Gustav Ritter
A banda sinfônica, que faz parte de um dos mais tradicionais institutos de música de Goiás, se apresenta na sexta de noite. Participação contará com solo especial da solista mirim Amanda Bosco
Por Raquel Pinho  

A comissão organizadora da Festival Italiano de Nova Veneza convidou o Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter para participar do festival 13º edição do festival gastronômico. A Banda Sinfônica, sob a regência do maestro Ricardo Rosembergue, apresentará um repertório de canções italianas.

 

Com 28 componentes, entre alunos e professores, na faixa etária de 13 a 60 anos a Banda Sinfônica Gustav Ritter se apresentará no dia 2 de junho, às  21 horas, e contará com a participação da aluna de canto, Amanda Bosco, moradora de Nova Veneza.

 

Descendente de italianos, Amanda Bosco, de 10 anos, há cinco participa do festival em apresentações solo de músicas italianas e sua crescente habilidade vem conquistando cada vez mais notoriedade. Neste ano, ela foi primeiro lugar no 33º Festival da Canção Veneziana (FECAVE) realizado em Nova Veneza, sua cidade natal.  Agora, alimenta a expectativa de se ser acompanhada pela Banda Sinfônica da escola, onde estuda canto há mais de dois anos. “Eu nunca fui acompanhada de uma orquestra completa, vai ser lindo!”, disse entusiasmada.

 

A expectativa não é somente dela, mas de toda cidade. "Estamos entusiasmados com esta parceria, pois os venezianos e visitantes terão oportunidade única de ver e ouvir a  apresentação da Banda Sinfônica do Gustav Ritter, que enobrecerá sobremaneira a 13ª edição do festival, encerrando nosso evento com "chave de ouro",  ressalta  Hermione Stival Moreira, coordenadora geral do evento.

 

Para o diretor do Instituto, Edmar Carneiro, é muito importante participar desse, que foi, o primeiro festival gastronômico do Estado de Goiás e após 13 anos se estabelece como um evento tradicional no calendário cultural do Estado.“A Banda Sinfônica e o Instituto Gustav Ritter sentem-se honrados em abrilhantar tão prestigiado evento em que se comemora a história e a tradição dos imigrantes italianos em Goiás”, ressalta Edmar Carneiro.



Sobre o 13º Festival Italiano de Nova Veneza

 

Agendado para 1º a 4 de junho, o 13º Festival Italiano de Nova Veneza já faz parte  do calendário cultural do Estado de Goiás. O evento é realizado em Nova Veneza, a 44 quilômetros de Goiânia,  cidade  formada a partir da ocupação dos italianos no Brasil e que, por isso, é considerada um pedaço da Itália no coração de Goiás.  Toda a cidade envolve-se com a programação que, a cada ano  reforça a identidade cultural dos moradores, que oferecem para o público um  cardápio recheado de gastronomia italiana, além música, dança, esporte e artesanato típicos. De acordo com a organização do evento, 60 mil visitantes são esperados para os quatro dias de festa.



Sobre o Gustav Ritter

 

O Instituto de Educação em Artes Professor Gustav Ritter é uma unidade de ensino e formação cultural da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEDUCE), onde funcionam os Núcleos de Música, Dança e Teatro. O Instituto funciona há 28 anos, no Setor Campinas, e atende alunos de diversos bairros de Goiânia e cidades da Região Metropolitana, tais como: Trindade, Inhumas, Senador Canedo, Bela Vista, Aparecida de Goiânia, Anicuns, Santo Antônio de Goiás, Nova Veneza, dentre outras. São 1.500 alunos na faixa etária de 05 a 80 anos, nos turnos matutino, vespertino e noturno. Em sua estrutura física, o Instituto possui 28 salas de aula, além de Biblioteca, Instrumentoteca, com 249 instrumentos musicais.






coordenação geral: Hermione Stival Moreira / Adilon José Ferreira   apoio: Maria do Carmo Basílio