Publicado em: 07/06/2017
Baile de Máscaras é destaque do Festival no sábado
Por Raquel Pinho  

Um dos destaques culturais é o baile de máscaras, reproduzindo o Carnaval de Veneza, uma das festas mais tradicionais da Itália, originada no século XI, será realizada neste sábado (3 de junho), a partir das 22 horas no 13° Festival Italiano de Nova Veneza. Além do glamour e beleza das roupas de época  e as máscaras, que eram usadas originalmente como forma de dar anonimato e liberdade aos festeiros, o baile será animado pela banda Raízes de Veneza, que trará um repertório de canções carnavalescas originais e também brasileiras traduzidas para o italiano. O público poderá participar, mesmo sem estar vestido à caráter, mas haverá venda de máscaras nos estandes da festa. A entrada gratuita.

 

Haverá também apresentação do premiado Grupo Folclórico Ítalo Brasileiro, de Nova Veneza(SC), com fará apresentação de dança típica italiana durante às 13h e 21h30 deste sábado (3 de junho), e às 13h de domingo (4 de junho). Serão 20 dançarinos vestidos à caráter com muito ritmo e animação para acompanhar o almoço e jantar dos visitantes. Uma das coreografias será a Celebrando I’ammore ci balla la pizzica, que é uma dança típica dos casamentos italianos que celebra o amor. Fundado em 1991 por descendentes italianos, o grupo possui crianças, jovens e adultos em seu corpo de baile, e já passou importantes festivais nacionais e internacionais.

 

Durante o dia, haverá também uma competição esportiva de bocha, um esporte tipicamente italiano que é jogado por duas equipes. O jogo tem por objetivo aproximar bolas de um determinado alvo demarcado. Vence quem lançar a bola o mais próximo do alvo.  Apresentações musicais de artistas locais e das escolas da cidade acontecerão durante todo o dia (veja programação).

 

 

Como chegar à Nova Veneza

 

Situada a 29 quilômetros da capital e com pouco mais de nove mil habitantes, a cidade Nova Veneza abriga memórias que compõem a história da ocupação italiana do Brasil, o que inclui uma comunidade de imigrantes italianos em solo goiano.  Há duas rotas rápidas de acesso à cidade. Para quem saí de Goiânia, o caminho é pela GO 080, que dá acesso a Nerópolis em via duplicada. De Nerópolis, é preciso pegar a GO 222 para chegar à cidade. Outra opção é GO 462, na saída do Campus Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG). Já quem sai de Anápolis, o ideal é chegar a Nova Veneza por Nerópolis.






























coordenação geral: Hermione Stival Moreira / Adilon José Ferreira   apoio: Maria do Carmo Basílio