Publicado em: 07/06/2017
Esporte italiano é disputado durante o 13º Festival Italiano de Nova Veneza
Bocha ou Bocci e o Torneio de Cipó prometem movimentar o final de semana do 13º Festival Italiano de Nova Veneza.
Por Raquel Pinho  

Os jogos tradicionais vieram na bagagem dos italianos que fundaram Nova Veneza. Os torneios reúnem principalmente os nonos e buscam manter e resgatar a cultura e tradição dos fundadores da cidade. Doze atletas da cidade estão disputando o Campeonato de Bocha ou Boccie, cujas semifinais e final acontecem durante no sábado, a partir das 9h, dentro da programação do Festival Italiano de Nova Veneza.

 

Entre os jogadores, está o senhor Zezinho Zago, 80, que joga bocha há quatro décadas. Filho de italiano e um dos moradores mais queridos da cidade, participa todos os anos do torneio e já aguarda com boa expectativa por esse momento. “Aprendi a jogar com os meus tios e amigos, é gostoso jogar, uma boa atividade física pra mim”, explica entusiasmado.

 

A Bocha ou Boccie foi criado na época do Império Romano e é entre duas equipes, sendo seis bochas (bolas) para cada. O objetivo é lançar as bolas o mais perto possível do bolim ou bola alvo ou jack . Quem acumula o maior número de bolas perto do bolim vence a partida.

 

O campeonato, organizado pela Secretaria Municipal de Esportes, é mais um momento de integração entre os nonos e os mais jovens descendentes dos fundadores de Nova Veneza.

 

Jogo de cartas

 

Outro jogo trazido para Nova Veneza pelos italianos é o Cipó. Cinco jogadores recebem oito cartas e cada naipe e cada carta tem um valor diferente. Vence o jogo quem tiver mais pontos. Ao longo dos anos, algumas regras do jogo de cartas trazido da Itália foram alteradas, mas o espírito do jogo permanece. O Torneio de Cipó será realizado no domingo, dia 4 de junho, a partir das 10h na Praça da Matriz. As inscrições são feitas na hora.  
















coordenação geral: Hermione Stival Moreira / Adilon José Ferreira   apoio: Maria do Carmo Basílio