Publicado em: 07/06/2017
Mistura de culturas num prato de macarrão
O molho “Goiás é Bom Demais”, um dos mais pedidos no Festival Italiano de Nova Veneza, traduz de uma forma saborosa a integração entre Goiás e Itália
Por Raquel Pinho  

Como todo tipo de arte, a culinária é um campo fértil para a integração de costumes e cultura entre os povos. Por isso num prato de comida pode se ter muito mais do que uma mistura harmoniosa de ingredientes. O molho “Goiás é Bom Demais”, uma das atrações gastronômicas do 13º Festival Italiano de Nova Veneza que será realizado entre os dias 1º e 4 de junho, é um exemplo saboroso dessa integração de culturas, misturando o sabor nosso cerrado goiano com massas típicas da Itália.

 

Feito com pequi,frango desfiado e açafrão e acompanhando o macarrão tipo penne, molho é exemplo da adaptação da culinária goiana com a italiana. Vânia Maria Alves, chef responsável pela cozinha oficial do Festival, Cantina da Nona, conta que criou o famoso molho  ainda na primeira edição do evento gastronômico. “Na época, queríamos uma receita da cidade. A ideia era misturar Goiás com a Itália, fazer uma troca. Então fizemos alguns testes com pequi in natura, incrementamos com frango desfiado e requeijão”, revela Vância.

Segundo a chef, depois dos testes, a receita final acabou sendo um sucesso e desde então, o molho não saiu mais do cardápio do Festival e é um dos mais pedidos na Cantina da Nona. “A mistura de frango e pequi agrada até os paladares mais exigentes. Até quem não gosta do pequi aprova o molho que ficou refinado com o toque especial do requeijão e do creme de pequi”, diz a chef.

 

Com 60% dos moradores descendentes de italianos, muito dos  costumes e tradições da Itália ainda são preservados na cidade de Nova Veneza, a 29 quilômetros de Goiânia. Ao longo dos 100 anos da imigração italiana, grande parte desses hábitos vindos de foram se adaptando à cultura regional, principalmente nas receitas que ganhando temperos goianos.

 

De acordo com uma das organizadoras do Festival Italiano de Nova Veneza, Herminione Stival, o evento que é realizado há mais de uma data, além de proporcionar uma oportunidade de emprego e renda para muitas famílias da cidade, busca preservar as origens dos seus primeiros habitantes e fundadores e promover a integração de tradições. “A culinária é uma tradução da cultura de povo, de seus costumes e tradições e preservar isso para as futuras gerações é muito importante e o Festival é uma excelente forma de fazer isso”, diz Hermine.

 





coordenação geral: Hermione Stival Moreira / Adilon José Ferreira   apoio: Maria do Carmo Basílio